• Notícias
  • AUDIÊNCIA PÚBLICA DE PRESTAÇÃO DE CONTAS DO 1° QUADRIMESTRE DE 2021 DA SECRETARIA DE SAÚDE
AUDIÊNCIA PÚBLICA DE PRESTAÇÃO DE CONTAS DO 1° QUADRIMESTRE DE 2021 DA SECRETARIA DE SAÚDE
Publicado em: 30/05/2050 ás 00:00:00

Realizou-se nessa sexta (28), Audiência Pública de Prestação de Contas do 1° quadrimestre de 2021, referente a saúde do município. O evento ocorreu no plenário da Câmara Legislativa Municipal, sendo ministrado pela secretária de saúde, Elaine.

         Dessa forma, é possível destacar a produção ambulatorial, que consiste nos atendimentos realizados pelo SUS, no qual houve um total de 36.642 atendimentos, nos meses de janeiro (12.225), fevereiro (11.761) e março (12.656), no que tangue as profissões de: Medico Clinico (19.505 atendimentos); Enfermeiro (7.088 atendimentos); Técnico Enfermeiro Socorrista (10.049 atendimentos).  Além disso, o mês de abril ainda não consta sem produção na base nacional, na referida dada da apresentação.

            Por outro lado, enfermeiro da estratégia de saúde da família consiste em 274 atendimentos, enquanto técnico de enfermagem da estratégia de saúde de família, 443. Em consonância, Nutricionista e Psicóloga, somam 28 e 37 atendimentos, respectivamente. Desse modo, as quatro profissões totalizam 782 atendimentos de janeiro a abril de 2021.

            Por conseguinte, referente as diárias executadas no primeiro quadrimestre de 2021 à casa de apoio Estrela Dalva, no município de Cuiabá, totalizam R$ 14.041,80, no qual R$ 7.770,00 refere-se a janeiro; R$ 2.975,00 a fevereiro; R$ 4.472,30 a março; R$ 6.586,80 a abril, pagas com recurso próprio. Além disso, pacientes encaminhados à Cuiabá-MT somam 306, enquanto a Sinop-MT foram encaminhados 49 pacientes, e Sorriso-MT, 65. Com isso, resultam em 420 pacientes encaminhados a outros municípios.

            Quanto a serviços de especialidades medicas, consultas e exames, pode-se salientar 139 Ultrassom Diversas, 170 consultas Ortopedia, 80 consultas Cardiologia e 45 consultas Reumatologia.  

            Em relação a recursos do Fundo Nacional de Saúde (Federal), houve o incentivo financeiro direcionado a vigilância em saúde de R$ 21.885,35; aos agentes de combate às endemias R$ 24.200,00; e as ações de vigilância sanitária de R$ 2.000,00. Com isso, totalizam R$ 48.035,35 de recursos federais à saúde do município.

             Quanto ao bloco de custeio de atenção básica, pode-se salientar recursos que somam R$ 321.595,01, de janeiro a abril. Por outro lado, em atenção de média e alta complexidade ambulatorial e hospitalar foram arrecadados R$ 102.916,84.

            Por fim, pode-se destacar as despesas realizadas no âmbito da saúde municipal, em que houve o gasto de R$ 958.915,53 empenhados em despesa de pessoal. Em outras despesas totalizaram R$ 4.742.659,79 empenhados e o valor pago é de R$ 3.491.122,59, empregados em matérias de consumo, passagens/adiantamento, obras em andamento, consorcio público, serviços de informática, entre outros disponibilizados no portal da transparência da prefeitura do município.

Notícias relacionadas